Seguidores

terça-feira, 2 de setembro de 2008

A TI FADA...MÃE....

























Minha querida Dolores...

Eu trouxe aqui nossas preciosas perolas...
e aqui deixei...
para que brilhem em "teu encanto"...
de tal forma....que fique difícil de ir...
Os amigos te amam grandiosamente...
e nos teus braços e coração repousam nos dias de cansaço...
é a ti que recorrem ...quando perdidos ...
quando se perdem da porta de entrada...
Então tu escancaras com tua forma grandiosa...
e os recebe...e os afaga... e os entende...e os ama...
depois devolve para a vida...
assim como uma mãe faz com um filho...

"Vai ...cresce ...e depois volta e me trás teu beijo e teu abraço...
Volta quando tuas pernas estiverem fortes...
Volta mesmo que nada traga nas mãos...
Que importa o que poderás trazer nas mãos...
se tua riqueza é a luz do coração...
é essa que quero ver em ti..."
Assim procedes...

Aqui amada reuni ...só alguns deles...
porque são tantos que não cabem...nesse lugar ...
não agora....ainda ha paredes...
ainda precisamos de paredes e abrigo...
Haverá um tempo que poderemos todos estarmos juntos...no mesmo instante...
sem ocuparmos espaço...
Deixo tuas luzes...por aqui...
nas tuas salas...e a passearem por ti...
ser querido de Solzinho.
Te amo...
Obrigada pela Honra de vir...abrir tuas portas e falar...
sem chaves...sem nada.

Beijos e meu amor...meu carinho que é eterno...porque eterno somos todos.

Leninha-Solzinho

3 comentários:

O que Cintila em Mim disse...

Teço com fios de ouro um manto de luz para quem se põe a escrever tão belo poema. Que encantamento é esse que vêm nos aquecer está tarde!

Amor de fadas.

Dolores Quintão Jardim disse...

Solzinho!
Leninha-Solzinho!

Chegas com todo teu habitual carinho!

de mansinho,devagarinho,aquecendo e fazendo todo esse explendor de LUZ,brilhar por aqui.

A honra e a grandeza de ter a tua amizade e o teu companheirismo,sem nada pedires..

Sempre feliz..distribuindo a LUZ, que te é peculiar..onde estava eu,que ainda não te havia chamado?

Ai, minha querida Leninha-Solzinho!

Quanta felicidade me dá a tua amizade!

Obrigada!

Dolores Quintão Jardim disse...

Rachel!

E tu?
Vieste passear por aqui, e deixaste a tua doçura, espalhada por todos os cantos do "Meu Encanto".

Grata,poeta amiga!