Seguidores

sexta-feira, 5 de setembro de 2008

Amo e Amaria


Amo e Amaria

Nada sou sem meus versos,
dentro da minha solidão
a cada noite, penso meus anseios,
olho pela janela, meu coração

não sabe se você vai chegar,
se vai ser diferente,
se deve acreditar
nas palavras, sabor ardente

bate na alma que quer crer,
que se olha no espelho, pede conselho
querendo descansar do isolamento, absolver
todo sofrimento, enfim, viver feliz! Ajoelho,

levanto os olhos aos céus, vejo as estrelas, entrego
a Deus o meu destino, preciso suportar
a dor da sua ausência, o abandono, carrego
o peso deste amor, sonho acordada, quero passar

a limpo o que se estampa na minha cara,
verdade que grita em meus ouvidos, acredito,
porém amo, e amaria sempre, do mesmo jeito, dispara
o coração, acelera ouvindo a porta, paro, hesito!

Marta Peres

3 comentários:

Leninha disse...

Ai como ta lindo nossa pagina encantada!!
olha nossa Marta aqui...
que delicia de poema...
ah vou ficar por aqui e passear em cada um...
Amei...
beijosss de Solzinhoooo

universo em poesias disse...

Dolores,
encanta-me se carinho!
Muito Obrigada amiga!

Beijos!

Marta Peres

Dolores Quintão Jardim disse...

Leninha....querida..sempre tão gentil!

Obrigada..

Vc. faz parte dele!