Seguidores

terça-feira, 9 de setembro de 2008

Ângelo de Lima


EU ONTEM VI-TE…

Eu ontem vi-te…
Andava a luz
do teu olhar,
que me seduz,
a divagar
em torno de mim.
E então pedi-te,
não que me olhasses,
mas que afastasses,
um poucochinho,
do meu caminho,
um tal fulgor.
De medo, amor,
que me cegasse,
me deslumbrasse
fulgor assim.

Ângelo de Lima (nasceu no Porto 31 Jul 1872; morreu em Lisboa 14 Ago 1921)

2 comentários:

Leninha disse...

o teu tbm ficou uma graça Dozinha...
beijooooo carinhosos

Dolores Quintão Jardim disse...

Obrigada,Leninha!

beijosssssssssss!