Seguidores

terça-feira, 2 de setembro de 2008

LuizaCaetano (poema ...pintura... amor)












MOÍNHO - ERICEIRA
by-LuizaCaetano
Exposição França/Agost/Set/08










"IMPOLUTA""

Sou de todos os tempos
de todos os lugares
sou raíz, semente e sou fruta

Mulher impoluta

Tanto me dá
estar aqui,
como do lado de lá

Em vez de navegar,
eu quero é ver o mar

Ser água, rocha ou areia
a cor de um fruto
ou o canto da sereia

O que eu quero mesmo
é me encontrar!

LuizaCaetano

3 comentários:

Dolores Quintão Jardim disse...

E o que nós queremos mesmo, é estar ao teu lado neste teu lindo caminhar.

Lindo!

Obrigada!

Bianca F. disse...

Consagrada e amada Luíza Caetano por todos nós,tão carinhosamente destacada neste espaço..
Parabéns por tão lindo blog e pelo destaque!
Beijos

Luiza Caetano disse...

Dolores,
é a escrever que a gente por vezes se entende - neste mundo em que as intenções e as emoções são distorcidas em outras questões -
Tudo isto para introduzir um beijo
e
a emoção sempre presente numa amizade que Deus me deu de PRESENTE
e
se
chama
DOLORES!