Seguidores

quarta-feira, 3 de setembro de 2008

Inveja da Lua

Inveja da Lua

Noite de lua cheia,
meu corpo nu se emociona,
transmuta sentindo desejo
sobre lençóis de linho,
perco a razão
ouvindo sua voz sussurrar
em meu ouvido,
o toque de suas mãos
dançam em meu corpo,
a lua observa,
invejosa não tira os olhos
num vai vem,
me ofereço por inteira
sorrindo,
encantada pela dedicação,
me liberto,
a lua lá do alto,
invejosa,
banha nossos corpos
com grossas lágrimas!

Marta Peres

Um comentário:

Leninha disse...

Gosto dessa guria... muito.
Marta...linda poetisa.
o beijo do Sol.
carinhosss eternos companheirinha de caminhada...estas no meu coração querida.
Obrigada por traze-la Dozinha...
traga sempre...
Leninha