Seguidores

sábado, 12 de julho de 2008

BORBOLETA DE OUTONO




Borboleta de Outono



Ela enfim surgiu! Tal como a lua...
Apareceu tão linda em meu jardim
(que antes era só todo abandono.)
Ela sorriu! Roçou a asa sua
pela rosa, pelo cravo e o jasmim
borboleta-estrela deste Outono.


É tão bela! E eu só posso vê-la...
Mas eu queria tê-la para mim
(mesmo que o vento seja o seu dono.)
Preciso dela! A borboleta-estrela
de nuvem e asas feito um serafim,
toda de seda, de sonho e de sono.

(JUDIT/NEFERTARI)

2 comentários:

docerachel disse...

Que lindo! Como fadas de asas transparentes, batendo voltas até despertar.

Leninha disse...

hummm saudade da rainha lindinha!!...
é lindo esse poema né Dozinha?
beijo carinhos nas duas...