Seguidores

quinta-feira, 29 de maio de 2008

"MORRER PARA VIVER"






Morrer para viver

Não sei de onde ele veio, mas chegou manso
deixando a brisa pousar
um aroma de maresia no ar.
Segredou-me em meus ouvidos:
- Morres comigo!
Perguntei-lhes:
- Por que não viver?
- Porque morrer contigo é viver mil vezes
Então, morrerei!
Sempre...
Bebi do seu doce veneno; e mergulhei
nos seus olhos como quem mergulha no mar
E meu coração que já estava adormecido
abriu-se num alento e convidei-o a entrar.
Mostrou-me seu mundo em canções,
fados, boleros, tangos e valsas
e convidei-o a dançar.
Não sei do amanhã;
não faço planos
mas hoje quero embriagar-me em seu
perfume e deixar que me conduza pelo
salão enquanto a orquestra tocar.
E mil vezes morrerei...
(Menina do Rio)

2 comentários:

Menina do Rio disse...

Nossa!...fiquei sem palavras...

Lendo-me ou relendo-me transcrito por outra pessoa, tem outro sabor!

Sinto-me emocionada e sem palavras

Um beijo pra ti querida

És uma querida

Dolores Quintão Jardim disse...

Querida,Menina do Rio!
Agora,de vez em quando,vou ao teu blog!

rsssssss!

Quanta coisa linda,escreves.

Adoro!

Obrigada,por permitir!

Beijo!