Seguidores

segunda-feira, 15 de outubro de 2007

"DOU, RECEBO... - João Jacinto





Dou, recebo...

Dou o que consigo merecer,
recebo como sei possuir.
Não faço caridade
com o que me sobra,
reparto-me na riqueza
que me escasseia.
Desconstruo-me
de personagens
aos frágeis olhares
de outras máscaras
e firmo-me no tempo
com o que enfim provo.

Nunca serei mais do eu,
para que, também, sejas tu.

joão jacinto

Um comentário:

joão jacinto & poemas disse...

...
Nunca serei mais do que eu,
para que também sejas tu.

Grato Dolores!

Aqui,
sinto-me habitando uma assoalhada da grande casa do mundo;
um quarto de poemas,
onde brinca a poesia
e as belas pessoas.

Abraços poemas,

joão jacinto