Seguidores

sexta-feira, 20 de maio de 2011

Maria Mendes














Andarilho Solitário

De: Maria Mendes

O desfalecimento do corpo, alma presente
No mais eminente dos pensamentos
Ficou a devastação de emoções em fragmentos
O que procurava nas profundezas da alma?
Inebriante estado de euforia, lembranças vazias
O físico inerte adormecido, estado de observação
Um caminhante que mergulha nos mananciais da sensibilidade
Tenta voar nas asas da imaginação
Um andarilho nas vielas do seu próprio ser
Que caminha na superfície da sua própria existência
Do que adianta acordar se permanece dormindo?
Olhos abertos, a consciência em sono profundo
A miserabilidade da mente adormecida
Abrem feridas incuráveis pelo tempo
No espaço intransponível das emoções
O homo sapiens não pode viver na
Superfície sem ter ido ao encontro do seu “EU”.




(respeitem os direitos autorais)








Fragilidade disfarçada


De: Maria Mendes


Sem razão da inquietação
Impressionante casualidade
Imensidão comovente no olhar
Desnudando a expressão de dor
Descortinando a melancolia
A fragilidade disfarçando no semblante
Sensibilidade notada entre olhares
Diálogo sem palavras
Encontro já marcado?
Ou talvez a soberania da fantasia
O encanto, a grandeza da alma
Na delicadeza desabrochada
O veterano e a principiante
Contagiante a singularidade
Deixando transparecer a dualidade
Duas gerações em harmonia rara
A observação em constante mutação
Há momentos na vida que é melhor sonhar
Dar valor as pequenas coisas, deixar a vida passar
Encontramos pessoas inesquecíveis
De uma cumplicidade que ninguém poderia explicar
Leveza dos pensamentos, enriquecendo o conhecimento
Esta energia que tanto nos contagia
O amor de uma amizade não tem prazo de validade
Que sejamos amigos por toda eternidade.

4 comentários:

isabelsantana2011@hotmail.com disse...

Muito lindo o seu blog ,amei.
Deixo o blog Belas Artes Médicas.
Abraços.

Maria disse...

Amiga Dolores vc é uma joia rara, amiga, prestativa com um coração lindo, obrigada por tudo, grande abraço.
Maria Mendes

Maria disse...

Amiga, vc é uma joia rara, obrigada pelo carinho, dedicação e por divulgar os meus poemas, muito obrigada, te adoro, bjs

Maria

Maria disse...

Querida me desculpe pela demora...o blog é maravilhoso vc é show, obrigada. Bjs de luz te adoro.